Anna Joyce e Konde, dueto improvável e aprovado

 

Na passada sexta-feira aconteceu o concerto do arranque da III Temporada dos Duetos N’Avenida, com a presença de Anna Joyce e Konde Martins. Os dois artistas que foram as apostas da Zona Jovem foram sem dúvidas das mais bem-sucedidas parcerias em palco.

O concerto que abriu com “Cantei” numa primeira fase na voz de Anna Joyce e depois o autor da canção, Konde Martins deu seguimento ao seu primeiro grande sucesso. Se a abertura foi com o primeiro hit da voz masculina o fecho foi com o último sucesso da voz feminia, Anna Joyce, “Destino”, tema que a colocou entre os dez mais queridos do Top da Rádio Nacional de Angola.

Durante mais de duas horas, os principais temas dos artistas foram explorados, mas uma versão deixou a plateia rendida, “Katia” com Anna Joyce, Katia. Konde também caprichou em “Já não combina”, mas não superou a história da Katia aldrabona. Os principais sucessos da dupla foram interpretados como: “Ouvi Falara”, “Se Olhasses”, “Também me amavas”, “Curtição”, “Vai doer”, “Louca”, “Morena”, dentre outros. Houve ainda tempo para uma homenagem à Chiley, músico do Kwanza Sul que nos anos 80 conquistou Angola com “Cortiço” e “Triste História” nas vozes de Konde e Anna Joyce

Para o director artístico do projecto, Chalana Dantas. “o concerto de Anna Joyce e Konde foi mesmo digno de abrir a terceira temporada do Duetos N’Avenida”. Antes do concerto “os dois artistas surpreenderam positivamente pelo talento e profissionalismo, o que ajudou muito no entrosamento”. Os dois artistas demonstravam cumplicidade e respeito pelos trabalhos, mostraram que conseguem sair das suas zonas de conforto.

Segundo nota da organização o concerto de sexta-feira marcou o 15º Show de um projecto que realiza, sempre em duplas, encontros inusitados, tendo em conta semelhanças ou mesmo diferenças de estilos e até de gerações, o que tem resultado em shows com casa sempre cheia.

Falando de futuro, o director executivo da Zona Jovem, Figueira Ginga confirma que já está a pensar no cartaz de uma quarta temporada do Duetos N’Avenida e que está pronto para levar o projecto para outras províncias. “Estamos a trabalhar para que todos os shows já realizados possam voltar ao Duetos, com grande possibilidade de levarmos os concertos noutras províncias. Estamos expectantes que surjam convites neste sentido”, revelou Figueira.

Numa nota disponibilizada à imprensa, pela organização, estão confirmados os outros concertos, como o retorno de Calado Show e Gilmário Vemba ao Duetos N’Avenida, dia 17 de Outubro, depois do sucesso que fizeram na segunda temporada em duas noites de espectáculo. Para esta temporada, acontece o concerto de Miguel Buíla e Bambila, dia 2 de Novembro, quando a Zona Jovem inova dentro do projecto apostando num show gostel, no Centro de Conferências do Belas. Também em Novembro (dia 23), será a vez da dupla Filipe Mukenga e Selda e, para encerrar a terceira temporada, Patrícia Faria e Gercy Pegado, que cantam a obra de Carlos Burity, que também participará do concerto junto às duas cantoras.

De salientar que Patrícia Faria e Puto Português abriram a primeira temporada que contou com as seguintes duplas: Eduardo Paim e Maya Cool, Bruna Tatiana e Edmazia, finalizando com dupla Paulo Flores e Yuri da Cunha. Na segunda Gabriel Tchiema e Euclides da Lomba, Don Kikas e Walter Ananás, Perola e Yola Semedo, Calado Show e Gilmário Vemba e encerrou com Kyaku Kyadaff e Ary

Compartilhar