Desporto

Nair Almeida espera uma seleção potente nos próximos Campeonatos do Mundo.

A antiga meia-distância da seleção nacional Nair de Almeida, acredita que a ida em massa de jogadoras angolanas para os principais campeonatos Europeus, vai potencializar a seleção nacional em provas mundiais.

Trata-se de Albertina Kassoma, pivô da Seleção Nacional sénior feminina de andebol e do 1º de Agosto, reforça a segunda linha do Rapid Bucareste da Roménia. Azneide Carlos deixou o Petro de Luanda e rumou para RK Podravka da Croácia… Isabel Guialo ex-primeiro de Agosto transferiu-se para o CJF Fleury Loiret de França, Magda Cazanga ex-Petro de Luanda agora representa o Balomano Salud de Tenerife de Espanha, bem como Joana Costa.  

A 7ª colocada do campeonato do mundo “França 2007” sublinhou a competitividade do andebol Europeu, que no seu entender vai dar mais experiencia as atletas angolanas, que precisam cumprir com o objetivo de colocar Angola no top 12 a nível mundial.

Questionada sobre Azneide Carlos a meia distancia Angolana de 30 anos que concorre ao primeiro lugar entre as dez melhores atletas que vão participar, pela primeira vez, na Liga dos Clubes Campeões da Europa. A ex-atleta do Petro de Luanda, que falava ao microfone da rádio MFM, deixou um apelo a família do andebol nacional, a votar em massa.

Nair Filipe Pires de Almeida antiga meia distância das Pérolas, foi campeã nacional por 14 vezes (4 pelo 1º de Agosto e 10 pelo Petro de Atlético de Luanda).

A família da modalidade espera com grande espectativa a presentação oficial da pré-candidatura de José Venâncio, o segundo pretendente ao cadeirão máximo da federação. Pedro Godinho presidente cessante da federação angolana de andebol, diz que o próximo presidente tem a missão de manter o patamar de Angola ou mesmo melhorar os indicadores.

O vice-presidente da confederação africana de Andebol, alerta para Disponibilidade, persistência, bem como o engajamento a causa de quem vai liderar nos próximos anos o andebol nacional, e lembra que foi desta maneira que conseguiu êxitos no dirigismo desportivo, e principalmente enquanto presidente da federação.

Pedro Godinho presidente cessante da federação angolana de andebol que sai pela porta grande, depois vários anos de liderança. As eleições estão inicialmente previstas para 31 de outubro, José Amaral Júnior, e José Venâncio, são os únicos candidatos a presidencia.

Compartilhar
Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Back to top button
Close